` `

Complemento Mapa de Densidade

The Heatmap plugin uses Kernel Density Estimation to create a density (heatmap) raster of an input point vector layer. The density is calculated based on the number of points in a location, with larger numbers of clustered points resulting in larger values. Heatmaps allow easy identification of “hotspots” and clustering of points.

Ativar o complemento Mapa de Densidade

Primeiro esse complemento nativo precisa ser ativado usando o Gerenciador de Complementos (veja: ref: managing_plugins). Após a ativação, o ícone heatmap heatmap pode ser encontrado na barra de ferramentas Raster, no menu Raster ‣ Mapa de calor.

Selecione o menu Exibir ‣ Barra de Ferramentas ‣ Raster para exibir a Barra de Ferramentas Raster se não estiver visível.

Usando o complemento Mapa de Densidade

Clicking the heatmap Heatmap tool button opens the Heatmap plugin dialog (see figure_heatmap_settings).

A janela tem as seguintes opções:

  • Camada de entrada de pontos: Apresenta todas as camadas de pontos vetoriais no projeto atual e é usado para selecionar a camada que vai ser analisada.

  • Output raster: Allows you to use the browseButton button to select the folder and filename for the output raster the Heatmap plugin generates. A file extension is not required.
  • Output format: Selects the output format. Although all formats supported by GDAL can be chosen, in most cases GeoTIFF is the best format to choose.
  • Raio: usado para especificar o raio de pesquisa (ou largura do kernel) do mapa de densidade em metros ou em unidades de mapa. O raio especifica a distância em torno de um ponto no qual se fará sentir a influência do ponto. Os valores altos resultam em maior suavização, mas valores pequenos podem mostrar detalhes finos e a variação da densidade de pontos.

Quando a caixa de verificação checkbox Advançada é ativada, opções adicionais serão disponibilizadas:

  • Linhas e Colunas: usada para mudar as dimensões do raster de saída. Esses valores estão também ligados aos valores Tamanho de célula X e Tamanho de célula Y. Aumentando o número de linhas ou colunas irá diminuir o tamanho de célula e aumenta o tamanho do arquivo de saída. Os valores nas Linhas e Colunas também estão ligados, portanto duplicando o número de linhas irá automaticamente duplicar o número de colunas e o tamanho da célula irá passar para metade. A área geográfica do raster de saída irá ser o mesmo!

  • Tamanho da célula X e Tamanho da célula Y: controle o tamanho geográfico de cada pixel para o raster de saída. Alterando estes valores irá também mudar o número de Linhas e Colunas do raster de saída.

  • Kernel shape: The kernel shape controls the rate at which the influence of a point decreases as the distance from the point increases. Different kernels decay at different rates, so a triweight kernel gives features greater weight for distances closer to the point then the Epanechnikov kernel does. Consequently, triweight results in “sharper” hotspots, and Epanechnikov results in “smoother” hotspots. A number of standard kernel functions are available in QGIS, which are described and illustrated on Wikipedia.
  • Taxa de decaimento: pode ser usado com kerneis triangulares para maior controlo de como a densidade a partir dos elementos decrescem com a distância a partir do elemento.

    • O valor de 0 (=mínimo) indica que a densidade irá ser concentrada no centro do raio dado e será extinto no borda.

    • O valor de 0.5 inca que esses pixeis da borda do raio serão atribuídos metade da densidade dos pixeis que estão no raio do centro de pesquisa.

    • O valor de 1 refere que a densidade espalha-se por todo o raio do circulo de pesquisa. (Isto é equivalente ao kernel ‘Uniforme’).

    • Um valor maior que 1 indica que a densidade é mais alta para a borda do raio de pesquisa, e em seguida, no centro.

A camada de pontos de entrada pode ter também campos de atributos que podem afetar como influencia o mapa de densidade:

  • Usar o raio a partir do campo: define o raio de pesquisa para cada elemento da camada de entrada.

  • Usar o peso a partir do campo: permite a introdução de elementos para ser pesado por um campo de atributo. Isto pode ser usado para aumentar a influência de certos elementos existente no resultado de mapa de densidade.

Quando o nome do arquivo raster de saída é especificado, o botão [OK] pode ser usado para criar o mapa de densidade.

Tutorial: Criando um Mapa de Densidade

For the following example, we will use the airports vector point layer from the QGIS sample dataset (see Amostra de Dados). Another excellent QGIS tutorial on making heatmaps can be found at http://www.qgistutorials.com.

In Figure_Heatmap_data, the airports of Alaska are shown.

../../../_images/heatmap_start.png

Airports of Alaska

  1. Select the heatmap Heatmap tool button to open the Heatmap dialog (see Figure_Heatmap_settings).
  2. In the Input point layer selectString field, select airports from the list of point layers loaded in the current project.
  3. Specify an output filename by clicking the browseButton button next to the Output raster field. Enter the filename heatmap_airports (no file extension is necessary).
  4. Deixe o Formato de Saída o formato GeoTIFF como padrão.

  5. Altere o Raio para 1000000 metros.

  6. Click on [OK] to create and load the airports heatmap (see Figure_Heatmap_created).
../../../_images/heatmap_dialog.png

The Heatmap Dialog

QGIS will generate the heatmap and add the results to your map window. By default, the heatmap is shaded in greyscale, with lighter areas showing higher concentrations of airports. The heatmap can now be styled in QGIS to improve its appearance.

../../../_images/heatmap_loaded_grey.png

The heatmap after loading looks like a grey surface

  1. Abra a janela de propriedades da camada do heatmap_airports (selecione a camada heatmap_airports, abre o menu de contexto com o botão direito do rato e selecione Propriedades).

  2. Selecione o separador Estilo.

  3. Change the Render type selectString to ‘Singleband pseudocolor’.
  4. Select a suitable Color map selectString, for instance YlOrRed.
  5. Clique no botão [Carregar] para recolher os valores mínimos e máximos para cada raster, e depois clique no botão [Classificar].

  6. Pressione [OK] para atualizar a camada.

The final result is shown in Figure_Heatmap_styled.

../../../_images/heatmap_loaded_colour.png

Styled heatmap of airports of Alaska