20. A preparar os dados do exercício

Nota

Este processo destina-se a coordenadores de curso, ou a utilizadores de QGIS avançados que desejem criar conjuntos de dados de amostra localizados para o seu curso. Os conjuntos de dados prédefinidos são fornecidos com o Manual de Formação, mas pode seguir estas instruções se desejar substituir os conjuntos de dados prédefinidos.

Os dados de amostra fornecidos <data_downloadlink> :ref: com o Manual de Formação referem-se à cidade Swellendam e suas imediações. A Swellendam localiza-se a 2 horas a oriente da Cidade do Cabo no Cabo Ocidental da África do Sul. O conjunto de dados nomes de elementos em Inglês e Afrikaans.

Todos podem utilizar este conjunto de dados sem dificuldade, mas poderá desejar utilizar dados do seu país ou cidade. Se o fizer, os seus dados localizados serão utilizados em todas as aulas do Módulo 3 ao Módulo 7.2. Os módulos posteriores utilizam fontes de dados mais complexas que poderão ou não estar disponíveis na sua região.

Nota

Estas instruções pressupõem que tem bons conhecimentos de QGIS e não se destinam a serem utilizados como material de ensino.

20.1. hard Try Yourself Criar OSM com base em ficheiros de vetor

Se desejar substituir os conjuntos de dados prédefinidos por localizados no seu curso, isto pode ser facilmente efetuado com ferramentas existentes no QGIS. A região que escolher utilizador deverá ter uma boa mistura de áreas urbanas e rurais, contendo estradas diferenciadas, fronteiras de área (tais como reservas naturais ou quintas) e águas de superfície, tais como ribeiros e rios.

  1. Abrir um novo projeto QGIS

  2. Selecione Layer ‣ Data Source Manager para abrir a caixa de diálogo Data Source Manager

  3. No separador Browser, expanda o menu pendente XYZ Tiles e clique duas vezes no item OpenStreetMap.

    ../../../_images/browser_xyztiles.png

    Um mapa mundo está agora visível na janela do mapa.

  4. Feche a caixa de diálogo Data Source Manager

  5. Mova a área que deseja utilizar como área de estudo

    ../../../_images/swellendam_neighborhood.png

Agora temos a área da qual iremos extrair os dados, vamos ativar as ferramentas de extração.

  1. Vá a Plugins ‣ Manage/Install Plugins…

  2. No separador :All, digite QuickOSM na caixa de pesquisa

  3. Selecione o módulo QuickOSM, prima Install Plugin e, de seguida, a caixa de diálogo Close.

    ../../../_images/quickosm_plugin_download.png
  4. Execute o novo módulo a partir do menu Vector ‣ QuickOSM ‣ QuickOSM…

  5. No separador Quick query, selecione building no menu pendente Key

  6. Deixe o campo Value vazio, para pesquisar todos os edifícios.

  7. Selecione Canvas Extent no menu pendente seguinte

  8. Expanda o grupo Advanced abaixo e anule a seleção de todos os tipos de geometria à direita exceto Multipolygons.

  9. Prima Run query

    ../../../_images/building_query_builder.png

    Uma camada building nova é adicionada ao painel, mostrando os edifícios na extensão selecionada.

  10. Proceda como acima indicado para extrair outros dados:

    1. Tipo de geometria Key = landuse e Multipolygons.

    2. Tipo de geometria Key = boundary, Value = protected_area e Multipolygons.

    3. Tipo de geometria Key = natural, Value = water e Multipolygons.

    4. Key = highway e selecione os tipos de geometria Lines e Multilines.

    5. Key = waterway, Value = river e selecione os tipos de geometria Lines Multilines.

    6. Key = place e tipo de geometria Points.

Este processo adiciona camadas como ficheiros temporários (indicados pelo ícone indicatorMemory ao lado do seu nome).

../../../_images/osm_data_loaded.png

Pode exemplificar os dados que a sua região contém para ver que tipo de resultados a sua região irá apresentar.

Agora precisamos de guardar os dados apresentados para utilizar durante o curso. Iremos utilizar os formatos ESRI Shapefile, GeoPackage e SpatiaLite dependendo dos dados.

Para converter a camada temporária place para outro formato:

  1. Clique no ícone indicatorMemory ao lado da camada place para abrir a caixa de diálogo Save Scratch Layer.

    Nota

    Se necessitar de alterar quaisquer propriedades da camada temporária (CRS, exyensão, campos…), utilize o menu de contexto Export ‣ Save Features as…, e assegure-se que a opção Add saved file to map está selecionada. Isto adiciona uma nova camada.

  2. Selecione o formato ESRI Shapefile

  3. Utilize o botão para navegar para a pasta exercise_data/shapefile/ e guarde o ficheiro como places.shp.

    ../../../_images/save_osm_place.png
  4. Prima OK

    No painel Layers, a camada temporária place é substituída pela camada shapefile places e o ícone temporário ao seu lado é removido.

  5. Clique duas vezes na camada para abrir o seu separador Layer Properties ‣ Source e atualizar a propriedade Layer name para corresponder ao nome do ficheiro.

  6. Repita o processo para outras camadas, atribuindo os respetivos nomes da seguinte forma:

    • natural_water para water

    • waterway_river para rivers

    • boundary_protected_area para protected_areas

    Cada conjunto de dados resultante deverá ser guardado no diretório exercise_data/shapefile/.

O passo seguinte é a criação de um ficheiro GeoPackage a partir da camada building para utilizar durante o curso:

  1. Clique no ícone indicatorMemory ao lado da camada building

  2. Selecione o formato GeoPackage

  3. Guarde o ficheiro como training_data.gpkg na pasta exercise_data/

  4. Por prédefinição, Layer name aparece como nome do ficheiro. Substitua-o por``buildings``.

    ../../../_images/save_osm_building.png
  5. Prima OK

  6. Mude o nome da camada na sua caixa de diálogo de propriedades

  7. Repita o prossesso com a camada highway, guardando-a como roads na mesma base de dados do GeoPackage.

O último passo é mudar o nome do ficheiro temporário como um ficheiro SpatiaLite.

  1. Clique no ícone indicatorMemory ao lado da camada landuse

  2. Selecione o formato SpatiaLite

  3. Guarde o ficheiro como landuse.sqlite na pasta exercise_data/. Por prédefinição, Layer name aparece como nome do ficheiro. Não altere.

    ../../../_images/save_osm_landuse.png
  4. Prima OK

Deverá ter agora um mapa mais ou menos com o seguinte aspeto (a simbologia deverá ser certamente bastante diferente, uma vez que o QGIS atribui aleatoriamente cores sempre que são adicionadas camadas ao mapa):

../../../_images/post_osm_import.png

O importante é que tenha 7 camadas de vetor correspondendo às acima mostradas e que todas essas camadas tenham os mesmos dados.

20.2. Ficheiros tiff hard Try Yourself Create SRTM DEM

Para os módulos Module: Criar Dados Vetoriais e Module: Rasters, também irá necessitar de imagens matriciais (SRTM DEM) que abrangem a região que selecionou para o seu curso.

CGIAR-CGI fornece algumasc imagens SRTM DEM que pode transferir em http://srtm.csi.cgiar.org/srtmdata/.

Irá necessitar de imagens que abrangam toda a região que escolheu. Para encontrar as coordenadas da extensão, no QGIS , em zoomToLayer amplie para a extensão da camada maior e escolha os valores na caixa extents Extents da barra de estado. Mantenha o formato GeoTiff. Assim que o formulário esteja preenchido, clique no botão Click here to Begin Search >> e transfira o(s) ficheiro(s).

Assim que tenha transferido o(s) ficheiro(s) necessários, deverá guardá-lo(s) nas subpastas exercise_data directory, under raster/SRTM.

20.3. hard Try Yourself Criar ficheiros de imagem tiff

No módulo Module: Criar Dados Vetoriais, a lição Follow Along: Data Sources mostra imagens aproximadas de três campos de desporto que os alunos devem digitalizar. Deverá então reproduzir estas imagens utilizando o(s) seu(s) novo(s) ficheiro(s) tiff SRTM DEM. Não é obrigação utilizar campos de desporto escolares: podem ser utilizados quaisquer uns dos três tipos de território escolar (por exemplo, edifícios escolares, recreios ou estacionamento automóvel).

Para referência, a imagem nos dados de amostra é:

../../../_images/field_outlines.png

20.4. basic Try Yourself Substituir Tokens

Depois de ter criado o seu conjunto de dados localizados, o último passo é substituir os tokens no ficheiro substitutions.txt para que os nomes apropriados apareçam na versão localizada do Manual de Formação.

Os tokens que necessita de substituir são os seguintes:

  • majorUrbanName: passa para a prédefinição «Swellendam». Substitua pelo nome da principal cidade da sua região.

  • schoolAreaType1: passa para a prédefinição «athletics field». Substitua pelo nome do tipo de área da maior escola da sua região.

  • largeLandUseArea: passa para a prédefinição «Bontebok National Park». Substitua pelo nome do maior polígono de território da sua região.

  • srtmFileName: passa para a prédefinição srtm_41_19.tif. Substitua pelo nome do ficheiro do seu ficheiro SRTM DEM.

  • localCRS: passa para a prédefinição WGS 84 / UTM 34S. Deverá substituir pelo CRS correto da sua região.