18.35. R Tabela resumo de síntese para processamento

Módulo contribuído por Matteo Ghetta - fundado pela Scuola Superiore Sant’Anna

Processamento permite uma grande quantidade de diferentes parâmetros de entrada e saída que pode ser usado no corpo do script . Aqui, um quadro-resumo:

18.35.1. parâmetros de entrada

Parâmetros

Exemplo de sintaxe

Retornando objetos

vetor

Camada = vetor

Objeto SpatialDataFrame, pacote padrão de objetos``rgdal``

vetor de pontos

Camada = vetor de pontos

Objeto SpatialPointDataFrame, pacote padrão de objetos``rgdal``

vetor de linha

Camada = vetor de linha

Objeto SpatialLineDataFrame, pacote padrão de objetos``rgdal``

vetor de poligono

Camada = polígono de vetor

Objeto SpatialPolygonsDataFrame, pacote padrão de objetos``rgdal``

vetores multiplos

Camada = vetores múltiplos

Objeto SpatialDataFrame, pacote padrão de objetos``rgdal``

tabela

Camada = tabela

quadro de conversão de csv, objeto padrão da função “read.csv”

campo

Campo = Camada Campo

nome do campo selecionado, e.g. “Area”

imagem

Camada = imagem

Objeto RasterBrick, padrão do pacote de objetos “raster”

múltiplas imagens

Camada = Múltiplas imagens

Objeto RasterBrick, padrão do pacote de objetos “raster”

número

N = número

número escolhido inteiro ou flutuante

texto

S = texto

texto adicionado na caixa

texto longo

LS= texto longo

texto adicionado na caixa, pode ser maior que o texto normal

seleção

S = primeira seleção; segunda; terceira

texto do item selecionado escolhido no menu suspenso.

crs C = crs

linha do resultado do CRS escolhido, no formato “EPSG:4326”

Extensão

E = extensão

Extensão do pacote de objeto “raster”, você pode extrair valores como “E@xmin

ponto

P = ponto

Quando clicado no mapa, você terá as coordenadas do ponto

arquivo

F = arquivo

caminho do arquivo escolhido, e.g “/home/matteo/file.txt”

pasta

F = pasta

caminho do arquivo escolhido, e.g “/home/matteo/Downloads”

Qualquer entrada pode também ser “OPCIONAL”, que significa que você tem uma maneira prática de dizer ao script para ignorar este parâmetro.

A fim de definir uma entrada como opcional, você só tem que adicionar o texto “optional” ** antes** da entrada , e.g:

##Layer = vector
##Field1 = Field Layer
##Field2 = optional Field Layer

18.35.2. parâmetros de saída

Os parâmetros de saída pega os nomes de Entrada que você forneceu no inicio da rotina e escreve o objeto que você deseja.

Parâmetros

Exemplo de sintaxe

vetor

Saída = vetor de saída

imagem

Saída = imagem de saída

tabela

Saída = tabela de saída

arquivo

Saída = arquivo de saída

Nota

para o tipo de entrada de impressão, você pode salvar a impressão como “png” diretamente do “Visualizador de Resultados de Processos” ou pode escolher salvar a impressão diretamente da interface do algorítimo.

18.35.3. Exemplos

A fim de melhor compreender todos os parâmetros de entrada e de saída, por favor dê uma olhada no : ref: ‘R capítulo Sintaxe <r-syntax>’.